GRUPO SOCIALIZANDO

Início » Sem categoria » Escalada do terror

Escalada do terror

Anúncios

Felipe Augusto servletrecuperafoto

Grupo Socializando

Os últimos dias se têm mostrado cheios de acontecimentos tumultuosos. O terrorismo voltou a dar seu recado na França. Na Turquia houve tentativa de golpe de Estado. Em Fortaleza, morte de policiais e incêndio de vários ônibus. Estamos em meio a tudo isso, anestesiados num estado de alerta ameaçador e preocupante.

Faltando pouco mais de duas semanas para as olimpíadas do Rio, não se descarta o medo de um ataque terrorista ao País. Com todas as atenções voltadas para cá, turistas e impressa em peso, um atentado seria um prato cheio para quem parece buscar holofotes. Infelizmente, o objetivo obscuro e trágico, da ideologia terrorista, segue causando vítimas e mais vítimas.

A força silenciosa e o poder camuflado desses grupos resultam numa ação eficiente e devastadora. E a estratégia bem organizada e programada concede sua proliferação e chama a atenção de jovens sedentos de um ideal revolucionário. Combinação que até agora tem dado certo.
Uma vez em campo, os terroristas cumprem seu objetivo. Ao mesmo tempo em que é preciso entender que há todo um contexto social em que os indivíduos componentes se encontram imersos, faz bem saber que existem simpatizantes e ingressantes provenientes de outras culturas, posto que a ideologia terrorista não faz distinção de nacionalidades, religiões ou povos. Todos que não fizerem parte do seu propósito são inimigos.

Imagem: Internet 

O terrorismo é um dos muitos pesadelos atuais. Um pesadelo que cada vez mais está se tornando realidade. Indubitavelmente, é preciso que as forças de segurança estejam preparadas e que a segurança seja reforçada nos lugares que estão sob alerta.

Entretanto, essa solução é momentânea e superficial. Há algo bem mais profundo e complexo que impulsiona essa onda de barbárie. A profundidade abstrusa não será estancada da noite para o dia nem com polícia ou exército. Os dados gritantes que estão aí apontam para um estado de alerta global. Infelizmente, estamos reféns do terror.

Se a perca dos territórios invadidos estava sendo motivo para considerar o enfraquecimento do Estado Islâmico, os últimos atentados mostram que não, o EI está ficando mais forte e mais expansivo. O EI ocupa territórios, tem infraestrutura, tem armas, então é preciso confrontá-los. E depois combater a ideologia radical e fundamentalista que é o alicerce do EI.

A carência mundial de novas ideias revolucionárias, quando encontra aparato em extremismos como esse, se preenche. E essa luta do “bem” contra o “mal” seduz, sobretudo, os jovens. É preciso barrar a escalada do terror, antes que novos objetivos sejam alcançados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: